Pokélinguas


O artigo Pokélinguas foi publicado originalmente no blogue Indo Amil em 3 de outubro de 2012.



Há gente que pensa que aprender línguas é como aprender ataques pokémon: tens que esquecer uma para aprender outra. Não é assim, as pessoas têm uma capacidade ilimitada para aprenderem línguas. Não se trata de substituir o galego polo castelhano ou polo inglês só porque é falado por mais gente, trata-se de somar o castelhano e o inglês à nossa língua, o galego.

Quando todas as pessoas da Galiza se decatarem disto, verão que o conflito linguístico não era mais que uma miragem.